nomeiodabicharada.jpg

No meio da bicharada
Histórias de bichos do Brasil
Autor: 
Formato: ePub
Ilustração: Paulo Manzi
Faixa etária: A partir de 06 anos
Trabalho interdisciplinar: Geografia, História, Português
Indicação: 1º Ano (EF1), 2º Ano (EF1), 3º Ano (EF1), 4º Ano (EF1), 5º Ano (EF1)
Área: Ficção
Assunto: enfrentamento de problemas, esperteza, ética
Temas contemporâneos: Pluralidade Cultural
ISBN: 9788516095888

Leitura indicada para:

Projeto Araribá Plus

Disciplina: Arte (Araribá Plus)

Volume/Ano: 6º Ano

Unidade/Capítulo: Unidade 02

Disciplina: Arte (Araribá Plus)

Volume/Ano: 6º Ano

Unidade/Capítulo: Unidade 09

Disciplina: Arte (Araribá Plus)

Volume/Ano: 7º Ano

Unidade/Capítulo: Unidade 06

Projeto Buriti

Disciplina: História (Buriti 3a edição)

Volume/Ano: 4º Ano

Unidade/Capítulo: Unidade 2

Disciplina: Português (Buriti 3a edição)

Volume/Ano: 1º Ano

Unidade/Capítulo: Unidade 4

Projeto Presente 4ed

Disciplina: Língua Portuguesa (Presente 4ed)

Volume/Ano: 3º Ano

Unidade/Capítulo: Unidade 05

Mudar o tamanho da letra  
 
 Sobre o livro

O escritor Ricardo Prado reconta neste livro onze histórias criadas por diferentes povos indígenas do Brasil e coletadas por diversos autores ao longo dos cinco séculos de convívio, raramente pacífico, entre os novos e os antigos habitantes da terra do pau-brasil. Ao final de cada reconto, o autor explica quem foi o pesquisador responsável pela coleta e transcrição de cada história, originalmente transmitida pela arte, sempre renovada, dos contadores de histórias. Sejam narrativas orais ou escritas, elas fazem parte de um rico fabulário criado por anônimos narradores indígenas que, como Esopo e La Fontaine, embutiam na voz e no comportamento dos animais importantes lições de vida para as suas crianças.

Sobre o autor
Ricardo Chaves Prado
Estudou na escola de Comunicações e Artes da USP, tendo ingressado em 1981. No meio do caminho resolveu estudar cinema e se interessou pela forma como se conta uma história. Aos poucos percebeu que tinha especial interesse pela edição dos filmes, que nada mais é que a maneira como se conta uma história. Então, da edição em filmes, passou à edição de textos e imagens em espaços retangulares, ou seja, tornou-se editor de revistas. Trabalhou na Capricho, Superinteressante, Náutica, Nova Escola, Carta na Escola e em várias outras publicações.
Datas comemorativas
19 de abril - Dia do índio
Você pode se interessar por:
 
 
 
 
© Editora Moderna 2013. Todos os direitos reservados.