capanoitenatavername.jpg

Noite na taverna e Poemas escolhidos
Autor: 
Formato: ePub
Faixa etária: A partir de 15 anos
Trabalho interdisciplinar: Literatura, Português
Indicação: 1º Ano (EM), 2º Ano (EM), 3º Ano (EM)
Área: Ficção
Temas contemporâneos: Pluralidade Cultural
ISBN: 9788516076856

Leitura indicada para:

Moderna Plus 2016

Disciplina: Literatura (Moderna Plus 2016)

Volume/Ano: Volume Único

Unidade/Capítulo: Capítulo 14

Vereda Digital

Disciplina: Literatura (Vereda Digital 2018)

Volume/Ano: Volume Único

Unidade/Capítulo: Capítulo 12

Preço sugerido: R$ 17,50
Mudar o tamanho da letra  
 
 Sobre o livro

Este volume está dividido em duas partes. Na primeira, apresenta o livro Noite na taverna, única obra em prosa de Álvares de Azevedo e uma das mais fascinantes do nosso romantismo. Numa taverna, depois de uma orgia, enquanto as mulheres dormem, cinco jovens embriagados contam histórias macabras de paixão, morte, crime e perversão sexual, num clima de sonho e delírio. São eles: Solfieri, Bertram, Claudius, Hermann, Gennaro e Johann. No final, uma das mulheres, que parecia não passar de fantasias criadas pela embriaguez dos personagens, invade o espaço da taverna e provoca um epílogo sangrento, surpreendendo o leitor. Na segunda parte, o volume apresenta uma seleção de poemas do livro Lira dos vinte anos, que o autor estava terminando de preparar para publicação quando faleceu. Esses poemas exemplificam bem a tendência ultrarromântica da época. Voltados inteiramente para dentro de si mesmos, os poetas ultrarromânticos expressaram em versos pessimistas um profundo desencanto pela vida. Seus poemas falam quase sempre de morte, solidão, tédio, tristeza e melancolia, configurando uma visão trágica da existência chamada de "mal-do-século". Escrita por poetas que morreram muito jovens, a poesia dessa geração resvala frequentemente num sentimentalismo exagerado e artificial, mas a ressonância que seus versos encontraram nos leitores foi tão intensa que eles se tornaram muito populares, como é o caso de Álvares de Azevedo, Casimiro de Abreu e Junqueira Freire. Essa tendência poética teve como fonte inspiradora a obra de alguns poetas europeus, sobretudo a do inglês Byron (1788-1824) e do francês Musset (1810-1857).

Sobre o autor
Álvares de Azevedo
Álvares de Azevedo nasceu em São Paulo, em 1831, e morreu no Rio de Janeiro, em 1852. É o melhor representante da poesia ultra-romântica brasileira. Estudou na faculdade de Direito do Largo São Francisco, no centro de São Paulo. Foi um aluno brilhante e, durante os anos de estudo, leu e escreveu muito, produzindo praticamente toda sua obra literária, que teve publicação póstuma.
Douglas Tufano
Douglas Tufano nasceu em São Paulo. É formado em Letras e Pedagogia pela USP. Foi professor efetivo da rede oficial de ensino de São Paulo e trabalhou também em escolas particulares, tendo lecionado Português, Literatura Brasileira e História da Arte. Atualmente, ministra cursos de capacitação para professores de todo o Brasil a convite de Secretarias de Educação e instituições particulares de ensino. É autor de vários livros didáticos e paradidáticos, publicados pela Editora Moderna.
Você pode se interessar por:
 
 
 
 
© Editora Moderna 2013. Todos os direitos reservados.