capaaviuvinham

A viuvinha
Autor: 
Formato: Impresso
Faixa etária: A partir de 15 anos
Trabalho interdisciplinar: Literatura, Português
Indicação: 1º Ano (EM), 2º Ano (EM), 3º Ano (EM)
Área: Ficção
Temas contemporâneos: Ética
Dimensões do produto: 14 x 21
Número de páginas: 64
ISBN: 8516039625
Código do produto: 12039625

Leitura indicada para:

Moderna Plus 2016

Disciplina: Literatura (Moderna Plus 2016)

Volume/Ano: Volume Único

Unidade/Capítulo: Capítulo 13

Disciplina: Literatura (Moderna Plus 2016)

Volume/Ano: Volume Único

Unidade/Capítulo: Capítulo 16

Vereda Digital

Disciplina: Gramática (Vereda Digital 2018)

Volume/Ano: Volume Único

Unidade/Capítulo: Capítulo 23

Preço sugerido: R$ 37,00
Mudar o tamanho da letra  
 
 Sobre o livro

A viuvinha foi publicado em 1857 e pertence à linha urbana dos romances de José de Alencar. A ação transcorre no Rio de Janeiro e tem como personagens centrais dois jovens apaixonados, Jorge e Carolina. Jorge era um rapaz rico, herdeiro de uma grande fortuna deixada pelo pai. Mas, ao tomar posse da riqueza, não sabe administrá-la e perde tudo em jogos e diversões. Quando vem a conhecer Carolina, de quem fica noivo, está falido e deve muito dinheiro a várias pessoas. Aí começa seu drama. Se romper o noivado, deixará Carolina em má situação, com a reputação manchada. Casando-se com ela, vai arrastá-la à pobreza, tornando-a infeliz. Como resolver esse impasse? Ele então resolve casar-se e suicidar-se em seguida. Na noite de núpcias, dá a Carolina uma bebida que a faz cair num sono profundo e vai embora de casa, intentando suicidar-se numa praia deserta. Nesse momento, a história sofre um corte e o leitor se vê transportado cinco anos à frente. Vemos um jovem chamado Carlos às voltas com negócios financeiros e ficamos sabendo que Carolina é uma jovem viuvinha que vive reclusa em sua casa, ao lado da mãe. Um admirador secreto aproxima-se de Carolina e coloca todas as noites uma flor em sua janela. Ela começa a se sentir apaixonada por ele, mas, fiel ao primeiro amor, recusa admitir essa paixão. Enquanto isso, o leitor descobre que Carlos é Jorge, que, deixando crescer a barba e adotando um nome falso, esforça-se duramente para resgatar as dívidas contraídas de solteiro e assim recuperar sua honra. Tudo caminha para um desfecho feliz. Auxiliado pelo senhor Almeida, um velho e fiel empregado de seu pai, Carlos finalmente se recupera, volta a ser Jorge, e declara sua verdadeira identidade à jovem viuvinha (era ele o admirador secreto), reatando o amor que os unira alguns anos antes.

Sobre o autor
José de Alencar
Nasceu em 1829, no Ceará, e faleceu no Rio de Janeiro, em 1877, onde passou a maior parte de sua vida. Formado em Direito, participou ativamente da vida política nacional. Paralelamente à vida política, dedicou-se com entusiasmo à literatura e ao jornalismo. Escreveu crônicas, crítica literária, peças de teatro, mas destacou-se, mesmo, como o autor mais importante do nosso Romantismo.
Douglas Tufano
Douglas Tufano nasceu em São Paulo. É formado em Letras e Pedagogia pela USP. Foi professor efetivo da rede oficial de ensino de São Paulo e trabalhou também em escolas particulares, tendo lecionado Português, Literatura Brasileira e História da Arte. Atualmente, ministra cursos de capacitação para professores de todo o Brasil a convite de Secretarias de Educação e instituições particulares de ensino. É autor de vários livros didáticos e paradidáticos, publicados pela Editora Moderna.
Você pode se interessar por:
 
 
 
 
© Editora Moderna 2013. Todos os direitos reservados.